4ª Festival Nacional de Teatro de Ribeirão Preto conta com espetáculos e oficinas culturais gratuitas

abertura2

A 4ª edição do Festival Nacional de Teatro de Ribeirão Preto conta com uma extensa programação. O evento acontece entre os dias 1º e 14 de novembro e é uma realização do Movimento Teatreiros RP – representante de grupos e artistas teatrais do município, e Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria da Cultura, com apoio do PROAC.

 A abertura do evento acontece no dia 1º de novembro, às 16h, no Theatro Pedro II, com o espetáculo convidado “Outra Festa do Céu”, do Teatro Infantil Itinerante CPFL Energia. Os demais espetáculos acontecem na Praça XV de Novembro, no Ribeirão Em Cena, no Teatro Municipal, no Telhado Cultural do Engasga Gato ou na Casa das Artes.

 O Festival Nacional de Teatro de Ribeirão Preto tem como objetivo fomentar o cenário cultural da cidade, oferecendo atividades de forma acessível e gratuita, além de integrar e entrosar grupos de várias regiões do país. O Festival é composto pela Mostra Nacional, com oito espetáculos e a Mostra Paralela Zero 16, com nove espetáculos. Os ganhadores das duas categorias recebem premiações de R$ 4.000 e R$ 400,00 respectivamente.

A seleção foi feita por uma comissão julgadora composta por Jefferson Zanchi, diretor de teatro, José Cetra Filho, estudioso de teatro, e Paula Klein, atriz de São Paulo.

“Será uma concentração de grandes profissionais, uma oportunidade inédita para conferir talentosos artistas, com espetáculos premiados, gratuitamente. Após as apresentações, ainda haverá um bate papo com o público”, explica Lindsay Castro Lima, representante do movimento Os Teatreiros.

“O Festival de Teatro vem cumprindo o seu papel ao longo das quatro edições e se consolida como evento de formação do artista e de fomento à cultura. Além disso, Ribeirão Preto se destaca no cenário nacional dando oportunidade de participação para grupos de todo o Brasil”, afirma Alessandro Maraca, secretário da Cultura.

A organização do evento está disponibilizando inscrições às escolas que desejem acompanhar os espetáculos da programação. Para se inscrever é necessário entrar em contato pelo telefone (16) 3636-1206.  A programação completa do Festival está disponível no blog – http://www.fntribeiraopreto.wordpress.com.

Programação:

APRESENTAÇÕES

Dias 01, 04, 11 e 13 de novembro – Theatro Pedro II.

Dias 07, 08, 09, 10, 12 e 14 de novembro – Teatro Municipal.

Dias 02 e 09 de novembro – Praça XV de Novembro.

Dias 03 e 04 de novembro – Ribeirão Em Cena.

Dias 05 de novembro – Praça XV de Novembro.

Dias 12 e 13 de novembro – Casa das Artes.

Dias 08 de novembro – Telhado do Engasga.

Dia 1º Novembro (sexta-feira) – 16h – Theatro Pedro II

Espetáculo: Outra Festa no Céu

Grupo: Último Tipo

Patrocínio: CPFL Energia

Classificação: livre

Baseado em “A Festa no Céu”, na versão da coleção em disquinhos “Era Uma Vez…” de 1960. Com texto e composições de João de Barro e arranjos e regência de Radamés Gnhatali, obra que esteve presente na infância da maior parte dos brasileiros dos anos 60 e 70, o Último Tipo recriou a história dividindo-a em três festas.

O espetáculo busca questionar a ação depredadora do homem e despertar na criança a consciência ecológica. No repertório estão além das canções originais, composições do próprio grupo, Jackson do Pandeiro, temas folclóricos e um poema musicado de Cecília Meireles.


Dia 2 Novembro (sábado) – 11h – Praça XV (ZERO 16)

Espetáculo: Quereres

Grupo: Cia. Teatro de Riscos

Classificação: livre

 Sinopse:         

[quereres] partiu de experimentos intervencionistas e performáticos que foram feitos no período de agosto a novembro de 2012 com os atores da Cia. Teatro de Riscos, tendo direcionamento do ator, dramaturgo, diretor e produtor Carlos Canhameiro.

Dia 4 Novembro (segunda-feira) – 9h30 – Ribeirão Em Cena (ZERO 16)

Espetáculo: O Jovem Teimoso que Não Queria Morrer
Grupo: Cia Teatral Boccaccione
Classificação: livre

Sinopse:     

“O Jovem Teimoso que não queria morrer”, apresenta dramaturgia inédita com elementos poéticos e reflexivos, propondo um espetáculo questionador ao público infantil, colocando em debate um dos maiores temores do ser humano: a morte. A peça retrata então, a história de um jovem, que passa a vida inteira procurando o lugar onde ninguém morre, entretanto, sem perceber que o tempo é uma roda sem freio, e quando percebe (se), deixou de aproveitar a própria vida, em busca do encontro com este lugar, questionando-se: será que a morte é
mesmo uma injustiça?

Dia 4 Novembro (segunda-feira) – 15h – Theatro Pedro II

Espetáculo: Marcelo, Marmelo, Martelo

Grupo: Companhia Azul Celeste (São José do Rio Preto)
Classificação: 05 anos

Sinopse:

Marcelo é um menino como tantos meninos, que faz mil perguntas para entender o mundo à sua volta, mas um dia ele resolve questionar por que as coisas têm os nomes que têm.
Ele pergunta aos pais por que ele se chama Marcelo e não marmelo ou martelo. E por que a bola não chama bolo.\
Sem respostas que satisfaçam sua aguçada curiosidade e inconformado, Marcelo começa a criar sua própria linguagem: o leite vira ´suco de vaca´, a casa é a ´moradeira´ e o cachorro Godofredo passa a ser ´Latildo´, causando grande confusão.
Ele descobre o mundo das palavras e passa a questionar os nomes das coisas. A partir daí, Marcelo adota um vocabulário próprio e propõe um mundo com outros significados.

Dia 5 Novembro (terça-feira) – 18h – Praça XV (ZERO 16)

Espetáculo: Ninguém Taí

Grupo: Grupo Teatral InSônia
Classificação: 14 anos

Sinopse:

“Ninguém Taí”, conta a história de José, um homem comum que vê sua vida tansformada pelas privações que é obrigado a passar, onde o opressor e o oprimido ficam o tempo todo em constante jogo pela sobrevivência. Elaborado como criação coletiva do Grupo Teatral InSônia, a peça tem como ponto de partida textos de Bertolt Brecht. O objetivo não é recriar a obra de Bertolt Brecht, e sim buscar em sua metodologia a inspiração para criação de um espetáculo feito para a rua, que pudesse discutir a transformação do homem e sua relação com o meio em que vive. Através de um cortejo, e usando apenas caixas para compor a transição do espetáculo, os atores interagem com o público,  deixando para eles a reflexão e a decisão das consequência das atitudes de José.

Dia 7 Novembro (quinta-feira) – 11h – Praça XV (ZERO 16)

Espetáculo: Viajantes

Grupo: Teatro de Caixeiros
Classificação: livre

 Sinopse:

O grupo Teatro de Caixeiros convida para a intervenção “Viajantes”.
Em um mundo em que o tamanho mínimo dos objetos se transforma com a grandeza da imaginação, o encanto é garantido.
Em uma estação de trem, quatro viajantes desembarcam com suas malas misteriosas e cheias de história para contar. Basta sentar, colocar seus fones de ouvidos, esperar a música começar e se encantar à vontade. Histórias envolventes e apaixonantes, o contraste entre o pequeno cenário e a vasta imaginação ilumina os olhos dos mais novos aos mais experientes.
Se entregue à magia e ao encanto do teatro lambe-lambe com a mais nova intervenção do grupo Teatro de Caixeiros.

Dia 7 Novembro (quinta-feira) – 20h – Teatro Municipal

Espetáculo: Danton.5

Grupo: Núcleo dos 5 (São Paulo)
Classificação: 14 anos

Release:

Cinco atores se mobilizam para contar a história dos últimos dias da existência de Georg Jacques Danton, um dos maiores líderes da Revolução Francesa. Quando a morte na guilhotina já havia se tornado inevitável, o homem que agiu, escolhe parar e aguardar. Baseados na obra de Georg Buchner, os atores se misturam e se separam da história contada, buscando compreender suas trajetórias junto dos ideais contraditórios de uma revolução guiada pelo terror.

 

Dia 8 Novembro (sexta-feira) – 15h – Teatro Municipal (ZERO 16)

Espetáculo: João Bobão

Grupo: Cia. Cornucópia de Teatro
Classificação:
04anos

Sinopse:

O espetáculo infantil João bobão e a Princesa Chifruda da Cia. Cornucópia de Teatro foi concebido a partir da história do escritor Ricardo Azevedo. A adaptação do texto é de Ana Luiza Gentil e a direção do espetáculo do encenador Dino Bernardi. João Bobão e a Princesa Chifruda retrata a história de João, um rapaz que vive com a cabeça nas nuvens, encontra um ovo diferente, o qual traz em sua casca, palavras portadoras de um enigma. Este enigma, ao ser decifrado, poderá levar João e seu irmão José, a encontrarem seus verdadeiros destinos. Assim, para que isso aconteça, João precisará por os pés no chão e conquistar o amor de uma princesa que gosta de criar armadilhas para seus pretendentes. No elenco estão Adriana Scannavez, Cinthia Vendruscolo, Claire Jezéquel, Hezrom Lazarini e Jéssica Moussa. A classificação é livre e tem duração de 55 minutos.

 

Dia 8 Novembro (sexta-feira) – 20h – Telhado do Engasga (ZERO 16)

Espetáculo: A.B.Ismo

Grupo: Cia do Estômago Brasileira de Teatro
Classificação: 12 anos

Sinopse:

A história de “A.B.ISMO”, texto de Lucas Arantes, é sobre um homem que procura um lugar para morar no centro da cidade e o  encontro dele com o proprietário de um  apartamento,  que  pretende  alugar  o  local  para  poder  viver  de  aluguel  numa  cidade  do  interior  do  país. “A” é  interpretado  por  Giba  Freitas  e “B” por  André  Mendes. Quem é “A” e “B” um para o outro? São amigos? Irmãos? Parentes? Amantes? A medida em que a história avança, as perguntas aumentam e a relação entre os dois personagens fica cada vez mais intrincada. Durante a história de “A” e “B”, uma pergunta atormenta a relação dos dois: Pular  ou  não  pular  no  abismo,  do  topo  do  prédio?

Dia 9 Novembro (sábado) – 20h – Teatro Municipal

Espetáculo: La Svergonata

Grupo: Anita Mosca (Belo Horizonte)
Classificação: 16

Sinopse:

Um funeral encerra o espetáculo.
Do outro lado do cenário, a vigília fúnebre de um homem, respectivamente pai e marido das protagonistas em cena. Em uma pequena cidade do sul da Itália, a complexa relação entre mãe e filha que se reencontram após longos anos distantes uma da outra. Um encontro impossível em uma circunstância extrema que desmancha no mistério dos laços de sangue. As duas mulheres percorrem os dias distantes de um passado comum, e aqueles do adeus, depois do casamento forçado no qual a filha é condenada explode em um delírio de vozes, histórias, imagens,  línguas e dialetos.

 

Dia 10 Novembro (domingo) – 19h – Teatro Municipal

Espetáculo: Dom Quixote Dele Mesmo

Grupo: Cia do Estômago Brasileira (Ribeirão Preto)
Classificação: 16 anos

Sinopse:

Em “Dom Quixote Dele Mesmo” o homem vira do avesso. Dom Quixote descobre que tem fome, não por histórias, mas sim uma fome real, por comida, e come, come para saciar suas vontades. Dulcinéia inquieta muito mais seus instintos do que seus sentimentos. Ele já não é mais o mesmo, nem nunca será. Dom olha pra dentro e começa a enxergar, então compreende seus impulsos, e parte. Agora sua aventura ganha outro tom, ele inicia uma nova jornada, sempre acompanhado pelo intragável Sancho, uma figura que beira a escuridão dos instintos humanos. Quixote não busca ser o cavaleiro, quer apenas ser homem.

 

Dia 11 Novembro (segunda-feira) – 15h – Theatro Pedro II

Espetáculo: Simbá, O Marujo

Grupo: Trupe de Truões (Uberlândia)
Classificação: a partir dos 5 anos

Sinopse:

Navegar é preciso! Também contemplado com o prêmio de Teatro Miryam Muniz no ano de 2007, Simbá, o marujo segue a linha de investigação da Trupe de Truões no universo infantojuvenil e marca a estreia do segundo espetáculo da trilogia das Mil e Uma Noites. Continuando com a pesquisa de exploração da potencialidade sígnica dos objetos em cena, mas amplia-se nesta montagem a investigação para duas outras frentes: as possibilidades de ressignificação do corpo do ator e a utilização de sombras. Para orientar a técnica da exploração do teatro de sombras a Trupe estabeleceu uma parceria com o grupo Giramundo de Belo Horizonte – MG. Simbá é o equilíbrio destas técnicas: teatro de objetos, acrobacias e sombras, amalgamadas para contar essa história de modo leve e divertido.

Dia 12 Novembro (terça-feira) – 15h – Casa das Artes (ZERO 16)

Espetáculo: Artes de Branca Flor

Grupo: Cia. A DitaCuja
Classificação: 06 anos

Release:

Cia. A DitaCuja apresenta novo espetáculo infantil.
O grupo conta a divertida história das Artes de Branca Flor.
A Cia. A DitaCuja apresenta a peça “Artes de Branca Flor”, novo espetáculo infantil do grupo criado a partir do conto de mesmo nome.
A peça conta a história de um moço que aposta sua sombra em um jogo e passa a ser mal falado no vilarejo onde mora. Para recuperar o perdido, segue viagem em direção às terras do homem que conquistou sua sombra e que ele vai descobrir ser o Diabo. O que ele não contava era que o amor de uma doce menina iria ajudá-lo e se livrar do Diabo, que além de ser seu pai, nem é tão malvado assim. Branca-flor irá aprontar suas artimanhas para enganar o pai e se casar com o moço.

Dia 12 Novembro (terça-feira) – 20h – Teatro Municipal

Espetáculo: Sobre Anjos e Grilos

Grupo: Companhia de Solos & Bem (Porto Alegre)
Classificação: Livre

Sinopse:

Sobre Anjos & Grilos é um espetáculo híbrido – épico, lírico, cômico, poético – no qual uma atriz, numa junção entre a fala, o gesto, a poesia, as artes plásticas e a música, conta, interpreta e canta textos e poemas de Mario Quintana, revelando não apenas o Mario confessional e lírico dos poemas, mas sua face pouco conhecida: a das entrevistas e das frases agudas e desconcertantes que questionam os valores da sociedade, da vida e da morte.
A interpretação investe na pesquisa de linguagem e valoriza, potencializa e contracena com os textos, com a trilha e com as imagens projetadas em forma de quadros e animações em uma tela transparente disposta no fundo do palco.

Dia 13 Novembro (quarta-feira) – 15h – Casa das Artes (ZERO 16)

Espetáculo: Alexandre Entre Xique Xique e Mandacarus

Grupo: Fabiana Martins
Classificação: 13anos

Sinopse:

O desafio de trazer a atmosfera de Graciliano Ramos para o universo infantil possibilitou uma imersão no universo lúdico da criança. Objetos que podem ser encontrados no quintal das casas tomam novos significados e recriam histórias de aventuras e coragem do nosso protagonista.
Sucatas soldadas e com instalações robóticas dão vida a bonecos inovadores que, ora por controle remoto, ora pela manipulação direta da atriz, se articulam, movem e soltam sons, causando um impacto visual instigante e dialogando com a criança contemporânea, permitindo que o público possa observar a feliz relação entre a tradição de antigas canções com a tecnologia tão presente.

Dia 13 Novembro (quarta-feira) – 20h – Theatro Pedro II

Espetáculo: Lições de Motim

Grupo: Anthropos Cia de Arte (Goiânia)
Classificação: 14 anos

Sinopse:

A cidade está viva, não obstante a noite madura. Numa residência modesta de uma pensionista, o destino arma um ardil para um visitante odioso: um ladrão costumeiro, velho conhecido da pobre viúva. Uma presença sem cara, mas materializada nas perdas quase que diárias dos poucos e modestos bens que, como mágica, pulam o seu muro. Agora, ali, preso em uma janela, indefeso, humilhado, o marginal, antes sem cara, sofre com os estratagemas inteligentes e impiedosos da sua vítima. Lições de Motim é a radiografia da revolta que se abriga no cidadão que já não acredita em justiça.

Dia 14 Novembro (quinta-feira) – 20h – Teatro Municipal 

Espetáculo: Cabeça de Papelão

Grupo: Cia da Revista (São Paulo)
Classificação: 14 anos

Release:

Livremente inspirado em O homem da cabeça de papelão, de João do Rio, Cabeça de Papelão narra por meio de quadros revisteiros, a história de Antenor que, por dizer a verdade verdadeira em vez da verdade conveniente, não é aceito em nenhum dos circuitos sociais do País do Sol,
local onde vive. Cansado de não se adequar, Antenor decide deixar sua cabeça para conserto no relojoeiro e coloca em seu lugar uma cabeça de papelão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s